Eu amo a mamãe, Eu amo o papai

O Heitor não diz “eu te amo”, mas “eu amo a mamãe”, “eu amo o papai”, ” eu amo o ieiê”… Ah, ieiê é o apelido do Murilo…

Thaís

Anúncios

Te enganei!!!

Vira e mexe o Heitor tira sarro de alguém. Das que eu mais me lembro é quando a Lucilene, babá dos meninos, chegou na escola para pegar ele. A Lú trabalha na escola, mas a moça que a atendeu tinha acabado de entrar. Então a tal moça chamou: Heitor, sua mãe chegou. Mal a Lú teve tempo de explicar a confusão e ele já mandou: “oi mamãezinha”… tirando a maior onda da coitada da moça…kkkk

Thaís

 

Tavissero pitado

Um dia o Heitor me pediu o tradicional mamá da noite. Levei a mamadeira na exata medida em ml e também na exata temperatura… (vai fazer diferente pra ver…rs). Bom, eis que, nos seus dois anos de pura mania, começa a me pedir um tal do “tavissero pitado”… ‘Tavissero’, vai lá, deu pra entender: travesseiro. Agora, ‘pitado’…. o que será isso, meu Deus! Enquanto eu tentava descobrir, ele começa a insistir… tavissero pitado, tavissero pitado… (Socooooorooo)… Bom, ele mesmo achou o tal do travesseiro… e quanto ao ‘pitado’ ele queria dizer firme, o travesseiro mais cheio da cama da mamãe… ufaaaaaa.

E até então, com seus 3 anos e 4 meses, só mama e dorme com o tal do ‘pitado’…  E um dia desses mandou “eu amo o tavissero pitado” kkkk

Thaís

Retomando em dose dupla

Correria, correria e o famoso “deixa pra depois” … A disciplina nunca foi mesmo o meu forte… Mas nunca é tarde pra relembrar e voltar a registrar as “máximas” dos meninos no blog. Ainda mais quando você percebe o significado disso para eles… Eh. Acabei de ler os posts pro Murilo, agora com 6 anos, e nunca vi ele rir tanto!!! E o Heitor aqui com a gente… Debochado como sempre.

Vou recomeçar com uma história  do Heitor que o Murilo mesmo está pedindo pra registrar. “Um dia, mãe, estava brincando com ele de lutinha e ele caiu no chão. Dai comecei a rir e ele disse: não tem gaça!!! Kkkk quem conhece o Heitor pode imaginar…

Thaís

Amor número 4

Bom, até que eu consiga registrar todos os posts que tenho guardado na memória, as historias ficarão meio fora de ordem por aqui. Bom, hoje,aquarela abril de 2012, o Murilo esta com 4 anos. Esses dias disse a ele que ele era meu amor número 1 pois ele chegou primeiro. Ele me respondeu assim:  não mãe, eu sou o seu amor número 4, porque estou na fase 4 ! Kkkk

Thais

ninguém fala do meu irmãozinho…

Claro, enquanto eu estava na maternidade, o Murilo ficou com as vovós. E quando foi para a vovó Eti, levou o presente que ganhara do Heitor. Só que ninguém sabia que a massinha fazia uma bagunça e tanto… Então, a Mezia, que trabalhava na casa da vovó, foi limpando e dizendo: nossa, Murilo, essa massinha faz muita bagunça…Ele foi logo retrucando, bravo e orgulhoso: não fala assim não, viu? Meu irmãozinho que me deu esse presente, tá?

Thaís

O nascimento do irmaozinho

Bom, a bolsa rompeu no dia 19 de julho de 2011, às 4h30 da manhã… Deixamos o Murilo em casa, com a vovó Netinha, e seguimos para a maternidade. O Heitor nasceu às 12h55 e, na mesma tarde o Murilo foi nos visitar com a vovó Eti. Quando ele chegou, o neném ainda estava no berçário. Deixamos o brinquedo que o Heitor trouxe de presente para ele em cima da poltrona e ele logo foi perguntando de quem era o pacote… Quando abriu, encontrou com a massinha Moon Dough que ele tanto pediu … Nem precisamos dizer o quanto gostou. Bom, quando o irmãozinho chegou no quarto, todo mundo ficou naquele misto de emoção e expectativa com a reação do Murilo…. Ele não fez grandes festas e foi logo ver o neném com aquela cara de “e não é que é de verdade mesmo?!”… Um misto de ciúmes, surpresa e “o que faço agora”?… Como era hora de amamentar, o Murilo foi tomar um lanchinho com a vovó e o papai ao lado da maternidade, onde saiu contando pra todo mundo que tinha ganhado um irmãozinho e que a mamãe estava dodói… Na volta, eu estava jantando e ele quis um pedaço da melancia…E foi logo dizendo que iria dar um pedacinho ao Heitor… É, foi nesse encontro entre os irmãozinhos que eu vi o quanto de amor cabe no meu coração….

Thaís